09 A 11
DE novembro DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 26 de Maio às 15h02

Aurora inicia o abate nas unidades avícolas de Tapejara

Notícias do Setor (528)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal A Cooperativa Central AURORA ALIMENTOS – que assumiu segunda-feira (17) a estrutura de produção de aves do GRUPO AGRODANIELI,...

A Cooperativa Central AURORA ALIMENTOS – que assumiu segunda-feira (17) a estrutura de produção de aves do GRUPO AGRODANIELI, sediado no município sul-rio-grandense de Tapejara – inicia nesta quarta-feira (dia 19) o abate nas duas plantas avícolas recém-adquiridas.
A retomada das operações industriais, agora sob novo controlador, significa o início do processamento de produtos da marca Aurora.
Entraram no negócio quatro unidades produtivas instaladas no município de Tapejara: o Frigorífico de aves localizado na comunidade de São Domingos, com capacidade para abate de 155 mil aves/dia; o Frigorífico de aves situado em São Silvestre, com capacidade de abate de 50 mil aves/dia; a Fábrica de subprodutos e a Fábrica de rações com capacidade estática de produção para 70 toneladas/hora.
Também foi adquirido o Incubatório de Aves localizado no município vizinho de Ibiaçá (RS), com capacidade aproximada de 1,7 milhão de ovos/semana.
Fez parte do negócio, ainda, a aquisição de uma estrutura de armazenagem de grãos com capacidade de 110.000 toneladas.
A força de trabalho atualmente ocupada no segmento de aves da AGRODANIELI será mantida. Os cerca de 2.000 trabalhadores diretamente empregados nessa estrutura de produção estão sendo transferidos para o novo proprietário.
INVESTIMENTOS
O presidente Neivor Canton informou que a Aurora prepara um plano de investimentos nas unidades incorporadas para execução em médio prazo. A unidade de aves de São Silvestre terá seu abate ampliado para 155 mil aves/dia, igualando-se em capacidade à planta de São Domingos. Todas as unidades passarão por melhorias com o objetivo de ampliar a produção e diversificar o MIX de produtos a base de carne de frango que as plantas podem gerar.
O presidente Canton assinalou que as melhorias fazem parte do programa de investimentos para modernização das indústrias, aperfeiçoamento de processos e melhoria contínua das condições de produção e trabalho.
Outro avanço previsto é a qualificação da planta localizada em São Silvestre para hospedar o SIF (Serviço de Inspeção Federal) e receber habilitação para o mercado externo. No momento ela opera com o SISBI (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal). A outra unidade avícola já tem SIF.
A Aurora Alimentos abate cerca de 1 milhão de cabeças de aves por dia. Com a aquisição, aumentará de imediato em 20% o processamento industrial de aves.
BASE NO CAMPO
Com a transferência da estrutura de produção avícola para a Cooperativa Central Aurora Alimentos, os criadores de aves que formam a base produtiva da AGRODANIELI associar-se-ão a uma das cooperativas agropecuárias do Sistema Aurora e, assim, se tornarão produtores rurais cooperados.
Fonte: MB Comunicação

Veja também

Sadia anuncia novidades na linha de frios Soltíssimo, fatias mais finas e nova embalagem09/03 A Sadia começa o ano inovando na categoria de frios, com a atualização do presunto, peito de peru e mortadela da linha Soltíssimo Sadia, disse a marca da BRF. A novidade busca atender aos desejos dos consumidores e chega às prateleiras com fatias mais finas e nova embalagem, que além da mudança da identidade visual, traz uma disposição escalonada......
Peru habilita novas plantas brasileiras20/05/20 Em um cenário que exige maior resiliência brasileira ao lidar com o mercado externo, o Peru confirmou ter habilitado oito novas plantas para exportar carne bovina e de frango. Informação foi divulgada pela Valor......

Voltar para Notícias (pt)