09 A 11
DE novembro DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 12 de Abril às 14h58

Exportação de carne suína bate recorde e de frango tem forte alta em março

Notícias do Setor (460)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal Conheça outras notícias do setor: www.carnetec.com.br A exportação brasileira de carne suína em...

Conheça outras notícias do setor: www.carnetec.com.br

A exportação brasileira de carne suína em março foi recorde e subiu 51,5% na comparação com o mesmo período do ano passado, e a de carne de frango teve alta de 13,3%, segundo informações divulgadas pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) na quinta-feira (08).

A China foi o principal destino das exportações brasileiras de carnes de frango e suína em março, com fortes aumentos nas compras na comparação com março do ano passado, conforme já era esperado após o período do Ano Novo Chinês.

No total, o Brasil embarcou 109,2 mil toneladas de carne suína para o exterior em março, gerando receita de US$ 261,7 milhões, alta 57,6% em relação aos embarques realizados no terceiro mês de 2020.

“É o maior volume mensal de exportações já registrado pela suinocultura do Brasil, e reforça a expectativa de novo recorde nas vendas totais para o ano. Tudo isso, sem desabastecer o mercado doméstico”, disse o presidente da ABPA, Ricardo Santin, em nota.

No primeiro trimestre do ano, as exportações nacionais de carne suína tiveram alta de 21,86%, a 253,5 mil toneladas, com saldo das vendas de US$ 594 milhões, 22,4% maior que o realizado no mesmo período de 2020.

A China importou um volume de carne suína brasileira 64,6% superior ao importado em março do ano passado, a 58,7 mil toneladas. No primeiro trimestre, a China comprou 132,9 mil toneladas de carne suína brasileira, alta de 36,5%. Hong Kong foi o segundo maior importador de carne suína brasileira, comprando 17,5 mil t em março (+49,9%) e 37,3 mil t no trimestre (-6,2%).

Já as exportações brasileiras de carne de frango somaram 396 mil toneladas em março, com receita de US$ 603,6 milhões (+9,2%).

“O volume embarcado em março foi positivo e reverteu o desempenho do primeiro bimestre, mantendo as previsões de altas do setor produtivo para 2021”, disse o diretor de Mercados da ABPA, Luis Rua.

De janeiro a março, as exportações de carne de frango subiram 1,44%, a 1,036 milhão de toneladas, com receita de US$ 1,559 bilhão (-4,6%).

A China importou 55,6 mil toneladas de carne de frango do Brasil em março, alta de 6,9% na comparação com igual mês do ano passado. No trimestre, a China comprou 148 mil t do produto brasileiro, queda de 11,6%.

A Arábia Saudita, segundo maior importador de carne de frango do Brasil, importou 41,1 mil toneladas em março (+4%) e 120,8 mil t no trimestre (+8,5%).

 

Veja também

Governo do Paraná espera alta na produção e exportação de carnes em 202119/01 O Paraná deve elevar sua produção total de carnes em cerca de 5% em 2021, na comparação com 2020, impulsionada pela abertura de novos mercados para exportações esperada para este ano, informou a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento. O estado deverá produzir cerca de 6,07 milhões de toneladas de carnes (bovina, suína e de......

Voltar para Notícias (pt)