09 A 11
DE novembro DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 30 de Junho às 11h20

Minerva Fine Foods conquista habilitação para exportar produtos cozidos e congelados aos EUA

Notícias do Setor (579)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal A Minerva Foods, líder em exportação de carne bovina na América do Sul e uma das maiores empresas na...

A Minerva Foods, líder em exportação de carne bovina na América do Sul e uma das maiores empresas na produção e comercialização de carne in natura e seus derivados na região, anuncia que sua divisão de negócios Minerva Fine Foods, focada em carnes processadas, foi habilitada para exportar produtos cozidos e congelados aos Estados Unidos.
Para receber a autorização, a unidade passou por uma auditoria realizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em conjunto com os requisitos estabelecidos pelo Food Safety and Inspection Service (FSIS). Além da Minerva Fine Foods, a Minerva Foods conta com cinco unidades com habilitação para exportar ao mercado norte-americano: Araguaína/TO, Janaúba/MG, Paranatinga/MT e Palmeiras de Goiás/GO estão autorizadas a exportar carne in natura, e Barretos/SP pode embarcar carne enlatada.
"Esta conquista cria mais uma excelente oportunidade para a Minerva Foods no mercado norte-americano, que é um player importador de alimentos relevante e para onde já exportamos outros produtos", afirma Michele Mazzi, Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento, Qualidade e Rastreabilidade da Minerva Foods.
A Minerva Fine Foods é divisão de negócio da Minerva Foods focada no segmento de carnes processadas. Com uma planta localizada em Barretos/SP, a unidade produz uma extensa linha de produtos e atua com a combinação de diferentes processos de preparação, cozimento, congelamento e embalagem.
Fonte: Avicultura Industrial

Veja também

Exportação de carne suína em 15 dias atinge 71% do total do volume embarcado em jan/1927/01 De acordo com informações da Secretaria de Comércio Exterior (Camex) do Governo Federal, divulgadas nesta segunda-feira (25), as exportações de carne suína fresca, congelada ou resfriada nos 15 dias úteis de janeiro estão desacelerando. Entretanto, ao chegar na metade de janeiro, o Brasil já exportou mais de 71% do total em volume embarcado no mesmo......

Voltar para Notícias (pt)