Notícias

Postado em 12 de Janeiro às 10h51

Cepea vê alta de até 1,57% na demanda doméstica por carne de frango em 2018

Notícias do Setor (181)
Expomeat 2017 A produção de carne de frango brasileira deve crescer 3,34% e a demanda doméstica pode subir entre 1,32% e 1,57% em 2018, segundo cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada...

A produção de carne de frango brasileira deve crescer 3,34% e a demanda doméstica pode subir entre 1,32% e 1,57% em 2018, segundo cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, apresentados nesta semana.

As projeções levam em consideração as estimativas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Banco Central do Brasil (BC) e apontam para aumento da oferta interna do produto.

Considerando o cenário mais conservador, de crescimento de 0,62% da economia no ano, o excedente de carne de frango para exportação teria aumento de 7,4% ante 2017.

“Esse cenário mostra que, novamente, o setor vai depender fortemente das exportações e reforça a necessidade de a avicultura nacional seguir cumprindo os requisitos sanitários exigidos por importantes demandantes internacionais”, informou o Cepea em nota. “Caso todos os excedentes sejam absorvidos pelo mercado internacional, o volume corresponderia a 34,5% da produção nacional.”

Num cenário mais otimista, de crescimento de 2,53% do PIB, os excedentes para exportação teriam crescimento de 6,91%.

A maior demanda esperada pela China pode ajudar a absorver o excedente de carne de frango estimado para o mercado brasileiro neste ano. Além disso, o Brasil tem vantagem competitiva no mercado internacional já que nunca registrou caso de influenza aviária, ao contrário de muitos concorrentes.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) estimou no final de 2017 que as exportações de carne de frango devem crescer entre 1% e 3% em volume em 2018, com recuperação dos níveis de embarques para a União Europeia, de mercados do Oriente Médio e da China. Já a produção deve crescer de 2% a 4%, segundo a entidade.

No mercado doméstico, a recuperação da economia tende a favorecer o crescimento do consumo, segundo os pesquisadores do Cepea, apesar do esperado crescimento nos custos de produção.

Fonte: Carnetec

Veja também

Aurora é homenageada no Prêmio Carne Forte11/05/17 O presidente da Aurora Alimentos, Mário Lanznaster, foi um dos homenageados na entrega do Prêmio Carne Forte, reconhecimento entregue hoje, dia 9, na solenidade de abertura da Expomeat, em São Paulo (SP). Representado pelo presidente do Conselho Diretivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e Diretor Comercial da Aurora, Leomar Somensi, Lanznaster foi......

Voltar para Notícias (pt)