Notícias

Postado em 13 de Setembro de 2017 às 09h02

Exportação de carne de frango soma 416,8 mil toneladas em agosto

EXPOMEAT 2019 A superação da marca de 400 mil toneladas, um número considerado relevante pelo setor, havia sido estimada pelo presidente da ABPA, Francisco Turra, durante o Salão Internacional da Avicultura e...

A superação da marca de 400 mil toneladas, um número considerado relevante pelo setor, havia sido estimada pelo presidente da ABPA, Francisco Turra, durante o Salão Internacional da Avicultura e Suinocultura (SIAVS) realizado em São Paulo na semana passada.

O volume total exportado de carne de frango em agosto (considerando todos produtos in natura e processados) é 14,6% maior que o total embarcado no mesmo mês de 2016.

A receita com exportações de carne de frango em agosto somou US$ 690,6 milhões, alta de 13,1% ante agosto de 2016.

O volume total exportado no mês passado sinaliza uma recuperação das vendas externas do setor em relação aos meses anteriores. O anúncio da Operação Carne Fraca em março resultou no bloqueio de compras por diversos países, prejudicando as vendas externas do setor.

A ABPA calcula que o setor de carnes de frango e suína perdeu entre US$ 250 milhões e US$ 300 milhões em exportações não realizadas como consequência da Operação Carne Fraca neste ano. Atualmente, países responsáveis por apenas 0,4% das compras de carnes de frango e suína brasileiras mantêm algum tipo de bloqueio aos produtos, segundo a associação.

“O mês de agosto marca a superação de um cenário difícil vivido no segundo trimestre. Esperamos números positivos nos próximos meses, recuperando as perdas e alcançando saldo final superior ao registrado em 2016”, disse Turra em nota enviada pela ABPA à imprensa.

Nos oito primeiros meses do ano, o volume total de embarques de carne de frango ainda acumula queda de 2,3%, totalizando 2,922 milhões de toneladas. Em receita, as exportações somaram US$ 4,887 bilhões de janeiro a agosto, alta de 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

Já as exportações de carne suína in natura somaram 58,9 mil toneladas em agosto, alta de 2,4% ante agosto de 2016. A receita com os embarques subiu 12,7%, para US$ 143 milhões neste ano.

De janeiro a agosto, o volume exportado de carne suína in natura soma 401,3 mil toneladas, queda de 2,3% na comparação anual. A receita chegou a US$ 1,006 bilhão no período, ante US$ 812 milhões entre janeiro e agosto de 2016.

“A Rússia voltou a incrementar suas importações de carne suína do Brasil. Argentina e Hong Kong também foram determinantes para o resultado. Assim como em aves, dentro deste ritmo, o saldo final das exportações de carne suína em 2017 deverá ser positivo”, disse Ricardo Santin, vice-presidente de Mercados da ABPA.

Fonte: Carnetec

Veja também

Mercoagro 2018 encerra em Chapecó com êxito em negócios e visitação23/09/18 BOLETIM INFORMATIVO 14/09 - MERCOAGRO CHAPECÓ 2018 Mercoagro 2018 encerra em Chapecó com êxito em negócios e visitação Com todas as metas atingidas – especialmente as variáveis de público comprador e volume de negócios prospectados ou fechados – encerrou nesta sexta-feira em Chapecó a décima-segunda edição......
Pescado está entre os itens do agronegócio mais importados pelo Brasil em 201627/01/17 O Brasil continua a ser um excelente cliente para os exportadores de pescado mundo afora. Embora os dados do sistema AgroStat (Mapa) compilados pela Seafood Brasil mostrem uma leve diminuição na receita com compras no exterior em 2016 ante o ano......

Voltar para Notícias (pt)