Notícias

Postado em 13 de Setembro às 09h02

Exportação de carne de frango soma 416,8 mil toneladas em agosto

Notícias do Setor (123)
Expomeat 2017 A superação da marca de 400 mil toneladas, um número considerado relevante pelo setor, havia sido estimada pelo presidente da ABPA, Francisco Turra, durante o Salão Internacional da Avicultura e...

A superação da marca de 400 mil toneladas, um número considerado relevante pelo setor, havia sido estimada pelo presidente da ABPA, Francisco Turra, durante o Salão Internacional da Avicultura e Suinocultura (SIAVS) realizado em São Paulo na semana passada.

O volume total exportado de carne de frango em agosto (considerando todos produtos in natura e processados) é 14,6% maior que o total embarcado no mesmo mês de 2016.

A receita com exportações de carne de frango em agosto somou US$ 690,6 milhões, alta de 13,1% ante agosto de 2016.

O volume total exportado no mês passado sinaliza uma recuperação das vendas externas do setor em relação aos meses anteriores. O anúncio da Operação Carne Fraca em março resultou no bloqueio de compras por diversos países, prejudicando as vendas externas do setor.

A ABPA calcula que o setor de carnes de frango e suína perdeu entre US$ 250 milhões e US$ 300 milhões em exportações não realizadas como consequência da Operação Carne Fraca neste ano. Atualmente, países responsáveis por apenas 0,4% das compras de carnes de frango e suína brasileiras mantêm algum tipo de bloqueio aos produtos, segundo a associação.

“O mês de agosto marca a superação de um cenário difícil vivido no segundo trimestre. Esperamos números positivos nos próximos meses, recuperando as perdas e alcançando saldo final superior ao registrado em 2016”, disse Turra em nota enviada pela ABPA à imprensa.

Nos oito primeiros meses do ano, o volume total de embarques de carne de frango ainda acumula queda de 2,3%, totalizando 2,922 milhões de toneladas. Em receita, as exportações somaram US$ 4,887 bilhões de janeiro a agosto, alta de 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

Já as exportações de carne suína in natura somaram 58,9 mil toneladas em agosto, alta de 2,4% ante agosto de 2016. A receita com os embarques subiu 12,7%, para US$ 143 milhões neste ano.

De janeiro a agosto, o volume exportado de carne suína in natura soma 401,3 mil toneladas, queda de 2,3% na comparação anual. A receita chegou a US$ 1,006 bilhão no período, ante US$ 812 milhões entre janeiro e agosto de 2016.

“A Rússia voltou a incrementar suas importações de carne suína do Brasil. Argentina e Hong Kong também foram determinantes para o resultado. Assim como em aves, dentro deste ritmo, o saldo final das exportações de carne suína em 2017 deverá ser positivo”, disse Ricardo Santin, vice-presidente de Mercados da ABPA.

Fonte: Carnetec

Veja também

Voltar para Notícias (pt)