Notícias

Postado em 09 de Janeiro às 11h24

Exportações de carne de frango sobem 2,8% em 2019

EXPOMEAT 2019 As exportações brasileiras de carne de frango somaram 4,2 milhões de toneladas em 2019, uma alta de 2,8% em relação ao registrado em 2018, informou a Associação Brasileira de...

As exportações brasileiras de carne de frango somaram 4,2 milhões de toneladas em 2019, uma alta de 2,8% em relação ao registrado em 2018, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) na terça-feira (07).

O faturamento com os embarques ficou em US$ 6,99 bilhões, 6,4% superior ao de 2018.

A China foi a maior importadora de carne de frango brasileira em 2019, tendo comprado 585,3 mil toneladas, volume recorde em um ano e 34% maior que o adquirido no ano anterior.

“A crise sanitária que impactou a suinocultura chinesa também influenciou o aumento das exportações de carne de frango”, disse o diretor executivo da ABPA, Ricardo Santin, ao se referir à peste suína africana em nota.

“É o maior volume anual já exportado para a China desde a abertura do mercado em 2009 e houve uma notável elevação do ritmo no fim de ano.”

O melhor desempenho mensal das exportações brasileiras de carne de frango em 2019 ocorreu em dezembro, quando o Brasil exportou 391,9 mil toneladas do produto, aumento de 11,2% ante dezembro de 2018.

A China importou 72 mil toneladas desse volume total, crescimento de 94% em relação ao adquirido no mesmo mês do ano anterior.

A indústria brasileira faturou US$ 636 milhões com as exportações de carne de frango em dezembro, 9,6% a mais que em igual mês de 2018.

Outros destaques
Além da China, outros países elevaram as compras de carne de frango brasileira em 2019.

O Japão aumentou as importações em 7%, para 424 mil toneladas.

No Oriente Médio, os Emirados Árabes Unidos importaram 341,1 mil toneladas, 10% a mais que em 2019.

O Iêmen elevou suas importações em 24%, a 105,9 mil toneladas.

O presidente da ABPA, Francisco Turra, espera que o fluxo brasileiro de exportações de carne de frango para Ásia e Oriente Médio continue positivo em 2020.

Fonte: Carnetec

Veja também

Cooperativas catarinenses crescem 36% nos últimos 4 anos02/05/18 Suzin apresenta balanço do cooperativismo em SC (Divulgação) O cooperativismo catarinense – estruturado no campo e na cidade – continua em ascensão e cresceu 36,54% no quadriênio 2014-2017, mantendo uma média de 9,1% ao ano no período em que a economia brasileira sofreu forte recessão, de acordo com levantamento da Organização das......
13 novas plantas habilitadas para exportar carne brasileira para a China13/11/19 Mais 13 plantas frigoríficas brasileiras foram habilitadas para vender carnes à China, conforme comunicado do órgão sanitário chinês (GACC) enviado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento......

Voltar para Notícias (pt)