Notícias

Postado em 21 de Novembro de 2017 às 17h53

Frigol assume frigorífico em GO e torna-se o 4º maior do Brasil

Notícias do Setor (206)
Expomeat 2017 A Frigol S.A. anunciou na quinta-feira (16) a incorporação de unidade frigorífica em Cachoeira Alta (GO). Com isso, a indústria aumenta em 25% sua capacidade de abate de bovinos, atingindo 60 mil...

A Frigol S.A. anunciou na quinta-feira (16) a incorporação de unidade frigorífica em Cachoeira Alta (GO). Com isso, a indústria aumenta em 25% sua capacidade de abate de bovinos, atingindo 60 mil cabeças/mês e 180 mil toneladas de carne/ano. Esse negócio posiciona a Frigol na quarta posição entre as indústrias frigoríficas nacionais, segundo nota da empresa – atrás de JBS, Marfrig e Minerva.

Com o arrendamento, a Frigol passa a atuar com plantas em três estados: São Paulo (Lençóis Paulista), Pará (São Félix do Xingu e Água Azul do Norte) e, agora, Goiás (Cachoeira Alta).

O frigorífico de Cachoeira Alta faz parte da Rodopa Alimentos e estava desativado. A unidade processa carne resfriada e congelada, miúdos e subprodutos tanto para o mercado interno quanto externo – Hong Kong, Egito, Arábia Saudita, Vietnã e outros países.

A Frigol investirá cerca de R$ 5 milhões em equipamentos e na melhoria da infraestrutura para o início dos abates, processo que deve estar concluído em meados de dezembro de 2017. A planta tem capacidade para abater 600 bovinos/dia e incorporará cerca de R$ 360 milhões/ano à receita da Frigol. Serão gerados cerca de 400 empregos diretos para a reativação do frigorífico.

“Trata-se de uma unidade moderna e de bom porte, em um mercado muito importante e com boa oferta de gado, que se ajusta perfeitamente à estratégia de crescimento da Frigol”, disse em nota o CEO Luciano Pascon.

“A Frigol permanece atenta ao mercado, de olho em oportunidades estratégicas para novo ciclo de crescimento, com o respaldo de uma gestão financeira equilibrada, voltada para a geração de resultados para os stakeholders e foco em produtos de maior valor agregado.”

A Frigol projeta receita líquida de R$ 1,4 bilhão em 2017. As exportações representam cerca de 22% da produção da empresa. Com a nova unidade de Cachoeira Alta, a companhia passa a ter capacidade para processamento de 180 mil toneladas/ano. A produção é distribuída para todo o Brasil e exportada para mais de 60 países da América do Sul, Europa, Oriente Médio, Ásia e África. A capacidade de abate passa a superar 3 mil bovinos/dia e 1,2 mil suínos/dia. No total, a empresa gera 2,5 mil empregos diretos.

Fonte: Carnetec

Veja também

Defesa Agropecuária discute fiscalização regionalizada com cooperativas de aves do oeste do PR10/07 O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Luis Rangel, se reunirá na quinta-feira (12) com representantes de cinco cooperativas de criadores de aves do oeste do Paraná. As informações são do site do Mapa. Rangel vai ouvir quais são as principais dificuldades das empresas para a......

Voltar para Notícias (pt)