Notícias

Postado em 09 de Abril de 2018 às 16h51

Marfrig compra 51% da National Beef e se torna 2ª maior processadora de bovinos do mundo

EXPOMEAT 2019 A Marfrig Global Foods informou nesta segunda-feira (09) que fechou acordo para comprar o controle da quarta maior processadora de carne bovina dos Estados Unidos, a National Beef Packing Company, por US$ 969...

A Marfrig Global Foods informou nesta segunda-feira (09) que fechou acordo para comprar o controle da quarta maior processadora de carne bovina dos Estados Unidos, a National Beef Packing Company, por US$ 969 milhões.

Com a transação, a Marfrig passará a ser a segunda maior processadora de carne bovina do mundo, com faturamento consolidado R$ 43 bilhões e EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 3,4 bilhões, informou em comunicado.

“A aquisição da National Beef é a materialização de uma oportunidade única”, disse o CEO da Marfrig, Martín Secco, em comunicado. “Com a transação, teremos operações nos dois maiores mercados de carne bovina do mundo, chegaremos a países consumidores extremamente sofisticados e conseguimos crescer mantendo uma rigorosa disciplina financeira.”

A National Beef, baseada em Kansas City (Missouri), tem capacidade de abater 12 mil cabeças de gado por dia. A empresa, fundada em 1992, tem duas unidades de processamento de bovinos em Dodge City e Liberal, no Kansas, que correspondem a 13% da capacidade total de abate no mercado americano. A National Beef faturou US$ 7,3 bilhões no ano passado e, desde 2011, era controlada pela holding de investimentos Leucadia National Corporation, que detinha 79% na empresa.

“Após a conclusão da operação, a Leucadia transferirá o controle acionário para a Marfrig e se manterá como acionista minoritário da empresa, com uma fatia de 31% do capital total. A US Premium Beef, associação de produtores americanos, ficará com 15% e outros acionistas com os 3% restantes”, informou a Marfrig em comunicado.

A Leucadia e os demais investidores se comprometeram a manter suas ações da National Beef por um período mínimo de cinco anos. A transação foi financiada por empréstimo do Rabobank.

A National Beef exporta para 40 países, incluindo o Japão e a Coreia do Sul, mercados fechados às exportações de carne brasileira.

Venda da Keystone
Além de aumentar o faturamento e o EBTIDA, a Marfrig espera que a aquisição da National Beef colabore para melhoria de seus indicadores de alavancagem. Com a transação, a alavancagem medida por dívida líquida/EBITDA da Marfrig deverá cair para 3,35 vezes, ante 4,55 vezes ao final do ano passado.

Adicionalmente, a Marfrig pretende vender a Keystone, subsidiária internacional do segmento de food service, o que deverá reduzir a alavancagem para 2,5 vezes ao final de 2018.

A National Beef seguirá sob gestão do atual CEO e presidente do Conselho de Administração Tim Klein. A Marfrig indicará cinco membros para o Conselho, a Leucadia escolherá dois e os outros acionistas definirão mais dois membros.

Secco disse que a Marfrig pretende concluir a aquisição da National Beef e a venda da Keystone ainda neste trimestre.

Fonte: Carnetec

Veja também

Prêmio CARNE FORTE reconhece os melhores da cadeia produtiva de proteína animal 09/05/17 Premiação acontecerá na EXPOMEAT e promete se tornar um referencial de boas práticas no processamento de proteína animal da América Latina O Prêmio CARNE FORTE vem para se tornar um reconhecimento anual da EXPOMEAT, voltado para as personalidades mais importantes da cadeia produtiva de proteína animal, na opinião de um grupo de indicadores formado......
Pif Paf aposta na diversificação de produtos, lança esfirra de frango16/11/17 A Pif Paf Alimentos, empresa mineira de alimentos processados de proteína animal, ampliou sua linha de produtos ao longo de 2017 com foco na praticidade, diversificando ainda mais a produção para além do frango congelado. A......
INCALFER é expositora confirmada na feira EXPOMEAT18/04/17 A INCALFER é uma empresa que desde 1969 se dedica a projetar, fabricar e comercializar máquinas e equipamentos destinados ao processamento de alimentos em escala industrial com início na Argentina. Em 1987 realizou a primeira......

Voltar para Notícias (pt)