Notícias

Postado em 03 de Julho de 2018 às 22h59

Santa Catarina quer exportar carne suína para o México

EXPOMEAT 2019 A Secretaria da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina informou, por meio de nota à imprensa divulgada no domingo (1º), que o governo e as agroindústrias do estado querem exportar carne suína para o...

A Secretaria da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina informou, por meio de nota à imprensa divulgada no domingo (1º), que o governo e as agroindústrias do estado querem exportar carne suína para o México. Para tanto, o governador Eduardo Pinho Moreira irá chefiar uma missão oficial ao país da América do Norte para dar sequência às negociações e ampliar a presença naquele mercado.

As informações foram confirmadas durante reunião do governo do estado e representantes do setor produtivo de carnes, que trataram também de questões ligadas ao abastecimento de milho e ao fortalecimento do status sanitário e da defesa agropecuária catarinense.

De acordo com a secretaria, Santa Catarina já tem uma sólida parceria com o México no fornecimento de carne de frango e existe o interesse também na compra da carne suína produzida no estado. "Este será mais um mercado exclusivo do agronegócio catarinense, como já acontece com Japão e Coreia do Sul."

Segundo o governador, a conquista desse novo mercado terá impacto direto na suinocultura de Santa Catarina. “Os mexicanos demonstraram interesse em conhecer as plantas frigoríficas instaladas em Santa Catarina. Este é um grande mercado, que vai favorecer a suinocultura catarinense”, disse na nota Pinho Moreira.

Neste mês de julho, uma missão mexicana visitará frigoríficos catarinenses. Posteriormente, representantes do governo do estado, agroindústrias e governo federal irão até o México para dar sequência às negociações.

O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, explicou que o fato de Santa Catarina ser o único estado brasileiro livre de febre aftosa sem vacinação fez com que o mercado mexicano voltasse a atenção para os produtos catarinenses.

“O México importa carne suína dos Estados Unidos e Canadá e busca outros mercados com o mesmo status sanitário. E nós queremos mostrar ao governo mexicano que podemos fornecer carne de alta qualidade com absoluta segurança sanitária”, afirmou.

Coreia do Sul
Em nota separada divulgada na sexta-feira (29), a secretaria da agricultura de Santa Catarina informou que o estado embarcou mais um lote de carne suína para a Coreia do Sul. Na semana passada, a BRF de Campos Novos enviou 25 toneladas do produto para o país asiático.

Esse é o segundo embarque de carne suína com destino à Coreia do Sul e demonstra a evolução das negociações com as empresas catarinenses. Em maio, a JBS da cidade de Seara já havia exportado 50 toneladas de cortes suínos partindo do Porto de Itajaí para atender o mercado sul-coreano.

“Aos poucos, os embarques para a Coreia do Sul começam a crescer e, conforme o previsto, as empresas catarinenses que já atuam naquele mercado com carne de frango expandem seus negócios também para carne suína”, disse o secretário Airton Spies.

Além de BRF e JBS, Santa Catarina possui mais duas empresas autorizadas a exportar carne suína para a Coreia do Sul: Aurora e Pamplona.

Fonte: Carnetec

Veja também

USINOX estará presente na EXPOMEAT 202127/11 A USINOX é mais uma empresa confirmada como expositora na Expomeat 2021, que acontece entre os dias 21 e 23 de setembro, no Pavilhão de Exposições Anhembi, em São Paulo. A USINOX foi fundada no ano de 1999, atendendo clientes da indústria alimentícia, destacando-se na automatização de processos e fabricação de equipamentos para......
JBS espera forte desempenho para operações de bovinos nos EUA em 201714/03/17 A JBS espera que seus negócios de carne bovina nos Estados Unidos tenham margens acima do verificado nos últimos anos em 2017, como resultado da recuperação do ciclo de bovinos na região e aumento das......

Voltar para Notícias (pt)