09 A 11
DE novembro DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 26 de Janeiro de 2018 às 14h41

Aurora estabelece prazo para fornecedor eliminar produção de ovos de galinhas poedeiras em gaiolas

EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal A Cooperativa Central Aurora Alimentos divulgou nesta semana o compromisso de, até 2025, completar a transição para que 100%...

A Cooperativa Central Aurora Alimentos divulgou nesta semana o compromisso de, até 2025, completar a transição para que 100% dos ovos utilizados em sua cadeia de suprimentos sejam oriundos de galinhas livres de gaiolas (sistema cage free).

Em dezembro a empresa já havia anunciado que não compactuava com o sistema de produção de ovos oriundos de galinhas poedeiras engaioladas. Recomendou ainda que todos os fornecedores de massas e outros produtos somente utilizem, como matéria-prima, ovos provenientes de galinhas livres de gaiolas. Agora, a Aurora dá um passo adiante com a fixação do prazo de sete anos.

O presidente Mário Lanznaster enfatizou em nota que, na esfera da avicultura industrial, a Aurora honra e mantém o compromisso do bem-estar das aves. Por isso, é incentivadora de vários projetos de pesquisa e geradora de melhores práticas. Ações de bem-estar animal para aves e suínos e produção racional – tanto no campo quanto nas unidades industriais – podem ser evidenciadas na empresa.

Fonte: Carnetec

Veja também

Exportação de carne suína aumenta 40% e mantém rendimento de indústrias durante pandemia19/01 A pandemia da Covid-19 trouxe para o setor alimentício, o desafio da realocação de vendas e destino de produtos. Com uma alta de 40,4%, a exportação de carne suína foi uma das soluções encontradas pelas indústrias para manter os rendimentos. Foram 853,4 mil toneladas que seguiram rumo a outros países, de acordo com levantamentos feitos pela......
Brasil exportará carne bovina e miúdos para Tailândia27/05/20 A Tailândia comunicou que abriu seu mercado para carne bovina com osso, carne desossada e miúdos comestíveis de bovino do Brasil. Cinco estabelecimentos frigoríficos foram aprovados, pelo país asiático, a exportar. As......

Voltar para Notícias (pt)