EXPOMEAT
de 15 a 17 de Março de 2022

Em breve divulgaremos a nova data que está sendo negociada junto ao Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 09 de Novembro de 2020 às 17h26

BRF renova certificações da linha Sadia Bio

Notícias do Setor (664)
EXPOMEAT 2022 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal A BRF e produtores rurais de Lucas do Rio Verde (MT) receberam, mais uma vez, a certificação da empresa WQS, selo que confirma a...

A BRF e produtores rurais de Lucas do Rio Verde (MT) receberam, mais uma vez, a certificação da empresa WQS, selo que confirma a não utilização de antibiótico promotor de crescimento ou terapêutico durante a criação de frangos. O número de aves beneficiadas por esse projeto é de 20 milhões/ano. "Essa auditoria é um importante reconhecimento que garante práticas de produção e a transparência dos processos da BRF ao consumidor final", disse a empresa na semana passada.

Para receber a certificação da WQS, as aves são vistoriadas no nascimento, durante o crescimento e no abate. A ração consumida pelos animais também é checada para que não haja utilização de nenhum tipo de antibiótico no processo de fabricação. A linha Sadia Bio também acaba de renovar o selo internacional Certified Humane, que reconhece a aplicação de boas práticas de bem-estar animal. Para obter o reconhecimento, as granjas precisam prover um ambiente que estimule o comportamento natural das aves, tais como, ciscar, espojar e bater asas. O reconhecimento veio pelo quarto ano consecutivo também aos produtores de Lucas do Rio Verde.

“O bem-estar animal faz parte da nossa estratégia e, em sinergia com essas e outras entidades internacionais de certificação, mantemos o compromisso que está ligado ao desenvolvimento sustentável do nosso negócio e garantimos a qualidade da cadeia produtiva no que diz respeito aos nossos produtos”, disse Mariana Modesto, gerente executiva de Sustentabilidade da BRF, em nota.

A linha Sadia Bio garante o bem-estar animal na produção e possibilita a rastreabilidade dos produtos, que permite ao consumidor saber a origem do frango que está colocando à mesa. Com o número do lote localizado na embalagem, é possível especificar a granja responsável pelo processo de criação do produto adquirido.

Além dos selos concedidos pela WQS e Certified Humane, a BRF possui ainda outras certificações que atestam as boas práticas de bem-estar animal, entre elas Global G.A.P e National Chicken Council, onde os padrões são avaliados por auditores certificados PAACO.

Fonte: Estadão Conteúdo

Veja também

Exportações do agronegócio totalizam US$ 9,2 bilhões em março15/04/20 As exportações do agronegócio brasileiro de março não foram afetadas negativamente pela pandemia do novo Coronavírus. As vendas externas no mês foram de US$ 9,29 bilhões, com expansão de 13,3% em relação a março do ano anterior (US$ 8,20 bilhões), crescimento em valores absolutos de US$ 1,09 bilhão. As......
Abate de suínos bate recorde na série histórica15/09 No 2º trimestre de 2021, foram abatidas 13,04 milhões de cabeças de suínos, com alta de 7,6% ante ao mesmo período de 2020 e de 2,9% frente ao 1° trimestre de 2021. No índice mensal, foram registrados os......

Voltar para Notícias (pt)