EXPOMEAT
de 15 a 17 de Março de 2022

Das 14h às 20h
Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 01 de Setembro às 10h55

Confiança da indústria se mantém em alta nos 30 setores em agosto

Notícias do Setor (667)
EXPOMEAT 2022 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) resultados Setoriais, da Confederação Nacional da...

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) resultados Setoriais, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que todos os 30 setores consultados estão confiantes. O resultado marca o quarto mês consecutivo de confiança disseminada entre todos os setores da indústria. Foram entrevistas 2.383 empresas, sendo 949 pequeno porte, 860 médio porte e 574 de grande porte, entre 2 e 11 de agosto.

O gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, explica que o indicador cresceu em 21 dos 30 setores da indústria em agosto, na comparação com julho, não variou em dois e caiu em sete deles. No entanto, mesmo onde ocorreu a queda, a confiança do setor continua elevada.

“O setor manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos, por exemplo, registrou a queda de confiança mais intensa. Mas o indicador passou de 63,9 pontos para 60,2 pontos, o que demostra que a confiança ainda segue alta e disseminada no setor”, explica Marcelo.

O ICEI é um índice de difusão que varia de 0 a 100, sendo 50 a linha de corte. Quanto mais acima de 50 pontos, maior e mais disseminada é a confiança. Valores abaixo de 50 indicam falta de confiança. Assim, os setores mais confiantes na economia são: Máquinas e Equipamentos (66,6); Químicos (65,9), Máquinas aparelhos e materiais elétricos (65,1) e Produtos de metal (65).

Fonte: CNI

Veja também

Alegra espera faturar R$ 800 milhões em 202004/11/20 A processadora de carne suína Alegra espera fechar 2020 com um faturamento de R$ 800 milhões, informou a empresa localizada em Campos Gerais (PR). O superintendente da Alegra, Matthias Rainer Tigges, disse que a pandemia de covid-19 não afetou os planos de crescimento da empresa. “Em abril, nós perdemos 30% do mercado interno, mas migramos para a exportação......
Exportações de peixe de cultivo crescem 32,8%14/05/20 Ao ganhar cada vez mais força no mercado interno e externo, a piscicultura brasileira tem apresentado bom desempenho nas exportações. Segundo dados da Comex e do Ministério da Economia, o primeiro trimestre de 2020 foi marcado pelo......

Voltar para Notícias (pt)