21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 25 de Agosto de 2020 às 11h29

Dália pode exportar carne de frango a países de origem muçulmana

EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal O frigorífico de frango da Cooperativa Dália Alimentos, localizado em Palmas, cidade de Arroio do Meio, está apto ao abate e...

O frigorífico de frango da Cooperativa Dália Alimentos, localizado em Palmas, cidade de Arroio do Meio, está apto ao abate e à exportação para países de origem muçulmana. O Certificado Halal foi emitido no dia 10 de agosto pela empresa CDIAL HALAL, filial do Grupo CDIAL, referência global em Certificação Halal. A partir de agora, um Certificado Halal será emitido para cada lote produzido apenas se forem cumpridas as normas previamente estabelecidas pela empresa. O documento é aplicado à categoria C, produtos Chicken Meet, e foi assinado pelo vice-presidente da empresa CDIAL HALAL, Ali Ahmad Saifi.

Para iniciar essa modalidade de abate, bem como a exportação dos cortes, é necessário adequar as embalagens com o Selo Halal, cumprir os requisitos da auditoria, ter o abate supervisionado por um auditor muçulmano e capacitar os sangradores, que deverão ser cristãos para executar a técnica adequada de sangria.

A Dália Alimentos deu início ao processo de Certificação Halal ainda na construção do frigorífico, quando o fez dentro das normas de abate Halal, como, por exemplo, a sala de sangria em direção a Meca, na Arábia Saudita, cidade sagrada para os muçulmanos. Já no dia 25 de junho, o Comitê Dália Halal, composto por funcionários que irão disseminar os conceitos a todos os empregados da unidade, foi dado início às capacitações para receber a devida certificação.

As etapas do curso foram ministradas pelo auditor técnico e supervisor regional da CDIAL HALAL, Said El Moutaqi, marroquino de nacionalidade, que trabalha com abate Halal desde 1992. A Certificação Halal permite que alimentos sejam exportados a países do Oriente Médio e estabelece uma série de requisitos durante o abate e a industrialização do produto, respeitando os conceitos religiosos Halal, importantes para a comunidade muçulmana. A planta frigorífica da Dália Alimentos foi auditada pelo Centro de Divulgação do Islam para América Latina e encontra-se em conformidade com os requisitos estabelecidos pelo Manual de Certificação Halal CHS 3001-1, norma GSO 2055-1 e GSO 993.

A Dália Alimentos é certificada para todo o processo de abate e habilitação da planta e de embarque de cortes de frango para os clientes que exigirem a Certificação Halal. A técnica de abate conhecida como Halal determina que os animais sejam abatidos de acordo com o ritual islâmico (chamado de Zabibah ou Zabiha, que indica que a carne é Halal). Neste ritual, os animais são mortos com um corte em movimento de meia-lua no pescoço, para que não sofram e não liberem enzimas. Halal, segundo o Alcorão (livro sagrado do Islã), é o que é permitido para o consumo.. A primeira exportação de carne Halal do Brasil ocorreu em julho de 1975, quando um pool de empresas catarinenses embarcou 650 toneladas para a Arábia Saudita e para o Kuwait.

Fonte: Avicultura Industrial

Veja também

Elis Brasil na Expomeat20/10/20 A Elis é um fornecedor multisserviços internacional que oferece soluções de locação e higienização de têxteis e produtos para facilities, presente em 28 países, atendendo mais de 400.000 clientes. No Brasil, a Elis representa uma grande força dentro do grupo: estamos presentes em 18 estados, com mais de 9.000 colaboradores em 100 unidades......
SC amplia mercados e tem bons resultados com exportação de carnes em março12/04/18 A Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina anunciou na segunda-feira (09) que o estado vem ampliando as vendas para China e Hong Kong. Em março, os dois destinos foram os principais das carnes catarinenses e garantiram o aumento......
Marrocos abre mercado para genética de perus do Brasil12/04/18 O Marrocos abriu seu mercado para o setor de genética avícola do Brasil, destacou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), na terça-feira (10), a partir de informação recebida do......

Voltar para Notícias (pt)