21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 13 de Fevereiro de 2020 às 10h24

Exportação brasileira de carne suína para China sobe 252% em janeiro

Notícias do Setor (294)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal O Brasil exportou 68,5 mil toneladas de carne suína em janeiro, aumento de 41% em relação ao mesmo mês do ano passado,...

O Brasil exportou 68,5 mil toneladas de carne suína em janeiro, aumento de 41% em relação ao mesmo mês do ano passado, sendo que a China comprou 45% deste total, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

A China importou 30,6 mil toneladas de carne suína brasileira no mês passado, uma alta de 252% em relação ao adquirido em janeiro de 2018.

“A demanda chinesa se manteve elevada ao longo do mês de janeiro. É um fator importante no impulso das exportações brasileiras”, disse o presidente da ABPA, Francisco Turra, em nota divulgada na sexta-feira (08).

O faturamento brasileiro com as exportações totais de carne suína em janeiro somou US$ 164,1 milhões, crescimento de 78,9% ano a ano.

Hong Kong elevou as importações de carne suína brasileira em 93% em janeiro e o Vietnã comprou um volume 330% maior, segundo a ABPA.

“Apesar da notável influência chinesa, outros destinos da Ásia e da América do Sul ajudaram a manter a forte alta do resultado mensal, que é o maior saldo histórico já registrado durante o mês de janeiro e acena para um resultado positivo em 2020”, disse o diretor executivo da ABPA, Ricardo Santin.

A ABPA espera que as exportações brasileiras de carne suína fechem 2020 entre 850 mil e 900 mil toneladas.

Analistas do BTG Pactual escreveram em relatório divulgado na semana passada que as exportações de carne suína brasileira em janeiro tiveram “resultados sólidos”, também com aumento nos preços em relação a janeiro de 2019.

As margens (spread) do setor ainda estão 6% acima da média histórica, apesar da queda de 2,5% em relação a dezembro impactada por maiores custos de nutrição, segundo o BTG.

Fonte: Carnetec

Veja também

BRF detalha processo de criação de suínos livres do uso de antibióticos promotores de crescimento28/07/20 BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, mantém desde meados de 2018, dentro do processo de produção de suínos, sua criação totalmente livre de antibióticos como promotores de crescimento (AGP-Free).. Para adotar a medida, a BRF se amparou nas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da......
MESAL – 40 anos desafiando limites04/11/20 A vida é uma eterna sucessão de oportunidades e desafios que o destino nos oferece. O dia seguinte nasce nos convidando a sermos melhores do que ontem. E ser melhor não significa necessariamente acertar sempre, significa aprender com os......

Voltar para Notícias (pt)