21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 18 de Dezembro de 2017 às 10h25

Exportação de carne de frango deve cair 1,5% em 2017, subir até 3% em 2018

EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal O volume de exportações brasileiras de carne de frango deve cair 1,48% neste ano, segundo estimativas da Associação...

O volume de exportações brasileiras de carne de frango deve cair 1,48% neste ano, segundo estimativas da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) divulgadas à imprensa na quarta-feira (13).

A mais recente estimativa é menor que a divulgada no início de 2017, e influenciada pela queda nas vendas relacionada à divulgação da Operação Carne Fraca da Polícia Federal em março, que resultou em algum tipo de sanção temporária às carnes por 77 países importadores.

A ABPA estima que as exportações de carne de frango devam fechar 2017 em 4,32 milhões de toneladas, em comparação com 4,38 milhões de toneladas no ano passado. A receita resultante das exportações em 2017 é estimada em US$ 7,2 bilhões, 6% maior que a registrada em 2016.

Para 2018, a ABPA espera que as exportações de carne de frango cresçam entre 1% e 3% em volume, com recuperação dos níveis de embarques para a União Europeia, de mercados do Oriente Médio e da China.

A ABPA espera ainda que a habilitação de novas plantas frigoríficas para exportação à China influencie positivamente o desempenho dos embarques do setor no ano que vem, assim como a concretização de acordo entre Mercosul e União Europeia e as aberturas do mercado de Taiwan, El Salvador e República Dominicana.

Já a vitória do Brasil no painel da Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a Indonésia tende a impactar os embarques de forma mais significativa somente em 2019.

A indústria de carne de frango brasileira deverá fazer nova tentativa de negociação para a abertura do mercado da Nigéria em 2018, antes de solicitar ao governo o início das consultas para um painel na OMC, segundo a APBA.

Além disso, o Brasil está estruturando sua defesa em relação às investigações chinesas sobre práticas de dumping no setor.

“O setor defende que não há qualquer nexo causal entre as exportações brasileiras ou a eventual situação mercadológica local que leve a esta interpretação. O setor e as indústrias estão mobilizados para clarificar quaisquer questionamentos”, informou a ABPA em nota.

Produção e consumo
Já a produção de carne de frango brasileira deve ficar em 13,06 milhões de toneladas neste ano, uma alta de 1,2% ante 2016. Para 2018, a expectativa é de que a produção de carne de frango brasileira cresça entre 2% e 4% em relação à estimativa para o ano atual.

O consumo per capita doméstico de carne de frango deve fechar 2017 em 42 quilos, alta de 1,8% em relação ao consumo do ano passado.

Fonte: Carnetec

Veja também

GT de fornecedores indiretos do setor de carne bovina lança site26/11/20 O Grupo de Trabalho de Fornecedores Indiretos (GTFI), que congrega empresas da cadeia do setor de carne bovina, lançou um site com estudos e análises sobre monitoramento dos fornecedores indiretos da cadeia produtiva e informações sobre rastreabilidade. “Ao expor essas informações no site, o GTFI pretende comunicar aos consumidores, investidores e à......
Fluir Automação na Expomeat 202106/10/20 Na Fluir você encontra uma completa linha de equipamentos pneumáticos como Válvulas de Processos Industriais, Conjuntos de Preparação do Ar, Cilindros, Tubos em PU e uma ampla linha de acessórios que atendem a todos os......
Aurora é homenageada no Prêmio Carne Forte11/05/17 O presidente da Aurora Alimentos, Mário Lanznaster, foi um dos homenageados na entrega do Prêmio Carne Forte, reconhecimento entregue hoje, dia 9, na solenidade de abertura da Expomeat, em São Paulo (SP). Representado pelo presidente do......

Voltar para Notícias (pt)