21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 13 de Fevereiro às 10h17

Exportações de carne de frango sobem 15% em janeiro

Notícias do Setor (228)
EXPOMEAT 2021 O Brasil aumentou o volume de vendas externas de carne de frango em 14,9% em janeiro em relação ao mesmo mês de 2019, com a maior parte dos embarques seguindo para a China, disse a Associação...


O Brasil aumentou o volume de vendas externas de carne de frango em 14,9% em janeiro em relação ao mesmo mês de 2019, com a maior parte dos embarques seguindo para a China, disse a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) na quinta-feira (06).

As exportações brasileiras de carne de frango somaram 323,8 mil toneladas em janeiro. A receita com os embarques aumentou 16,5% na comparação anual, para US$ 529,1 milhões.

“O mercado internacional segue pressionado, o que se reflete em preços maiores em relação ao registrado em 2019”, disse o presidente da ABPA, Francisco Turra, em nota.

“O mix de produtos enviado para mercados com maior valor agregado como Japão, China e União Europeia também favoreceu o desempenho mensal.”

A China elevou as importações de carne de frango em janeiro em 87%, para 62,7 mil toneladas. O Japão comprou 31,9 mil toneladas, 17% a mais que em janeiro do ano passado. A União Europeia importou 18,1 mil toneladas, alta de 22% ano a ano.

“A variedade de mercados que encerraram o mês com fluxo em crescimento é um importante indicativo em um ano que acena para resultados positivos nas exportações de carne de aves”, disse o diretor executivo da ABPA, Ricardo Santin.

A ABPA estimou em janeiro que as exportações brasileiras de carne de frango deverão aumentar entre 3% e 7% neste ano. Já a produção deverá ter um aumento de 4% a 5%.

Fonte: Carnetec

Veja também

Carne bovina/Abrafrigo: Brasil exporta recorde de 191,1 mil t em agosto (+19% ante 2019)09/09 O Brasil exportou em agosto recorde de 191.141 toneladas de carne bovina (in natura e processada), representando aumento de 19% em comparação com igual mês de 2019 (160.938 toneladas). As informações são da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), que compilou dados do Ministério da Economia, por meio da Secex/Decex. A receita cambial no......

Voltar para Notícias (pt)