21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 27 de Novembro de 2019 às 11h56

JBS conquista pela 4ª vez consecutiva o Selo Clima Paraná

EXPOMEAT 2021 A JBS recebeu, pelo quarto ano seguido, o Selo Clima Paraná, iniciativa do governo paranaense que reconhece o esforço das empresas para repassar, de forma voluntária à Secretaria Estadual do...

A JBS recebeu, pelo quarto ano seguido, o Selo Clima Paraná, iniciativa do governo paranaense que reconhece o esforço das empresas para repassar, de forma voluntária à Secretaria Estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, as informações referentes à contabilização de emissão de gases de efeito estufa.

A quinta edição da iniciativa contou com a participação de 36 empresas e a cerimônia de premiação foi realizada na sede da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). Para o reporte, foram coletados dados das unidades paranaenses quanto à utilização de combustível para geração de energia nas unidades, consumo de energia elétrica, análise dos efluentes gerados pelas plantas e consumo dos combustíveis utilizados para transportes.

“Gestão Ambiental é um dos tema estratégicos trabalhados pela área de Sustentabilidade da JBS. Por isso, o reconhecimento do Selo Clima Paraná reforça nosso compromisso e comprometimento com o meio ambiente”, explicou a coordenadora de Sustentabilidade da companhia, Claudia Jardim, em nota.

“Além disso, reduzir cada vez mais a emissão de gases causadores do efeito estufa, não só nas operações do Paraná, mas de todo o Brasil, está entre as prioridades da companhia”, complementou Claudia.

A JBS possui oito unidades produtivas no estado paranense, nos municípios de Campo Mourão, Carambeí, Jacarezinho, Jaguapitã, Lapa, Rolândia, Santa Fé e Santo Inácio, além de fábricas de ração, incubatórios e granjas próprias.

Fonte: Carnetec

Veja também

Filipinas voltam a importar frango brasileiro09/09 Após suspender os embarques de carne de frango brasileira, Filipinas volta atrás e retira embargo. Como pontua a agência Bloomberg, importações estavam suspensas desde o dia 14 de agosto. De acordo com a agência a medida veio a ocorrer, na tarde da última segunda-feira (07) após o governo brasileiro comprovar que a cadeia produtiva segue adotando medidas de......

Voltar para Notícias (pt)