21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 05 de Março às 15h21

JBS, Minerva e Marfrig entre habilitadas a exportar para EUA

Notícias do Setor (220)
EXPOMEAT 2021 A JBS tem 11 unidades brasileiras aprovadas a exportar carne bovina in natura para os Estados Unidos, a Minerva tem cinco e a Marfrig tem três, informaram as empresas. A reabertura do mercado dos EUA para a carne bovina...

A JBS tem 11 unidades brasileiras aprovadas a exportar carne bovina in natura para os Estados Unidos, a Minerva tem cinco e a Marfrig tem três, informaram as empresas.

A reabertura do mercado dos EUA para a carne bovina in natura foi anunciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na sexta-feira (21).

A JBS disse em nota que tem 11 unidades industriais aprovadas para iniciar o processo de exportação de carne bovina in natura para os Estados Unidos. “Vale ressaltar que a JBS possui uma base consolidada de clientes e de distribuição local e está imediatamente apta para atender esse mercado potencial”, informou a empresa.

A Minerva disse que suas cinco unidades brasileiras habilitadas a exportar para os EUA têm capacidade de abate total de 6 mil cabeças/dia.

A Minerva já tem acesso ao mercado norte-americano por meio das operações na Argentina e no Uruguai. “A aprovação da exportação de carne bovina brasileira para os Estados Unidos é um importante passo para os produtores brasileiros e pode abrir oportunidades em outros mercados que seguem padrões sanitários semelhantes, ampliando assim a capilaridade da carne bovina brasileira no mercado global”, disse a empresa em comunicado.

A Marfrig informou que tem três plantas brasileiras, quatro no Uruguai e duas na Argentina habilitadas a exportar para os EUA. Outras sete unidades estão em fase final para aprovação, informou a assessoria de imprensa da companhia à CarneTec.

“A Marfrig, que já podia exportar carne in natura do Uruguai e da Argentina, passa com a abertura do mercado brasileiro a ter total integração comercial entre as operações América do Sul e América do Norte”, disse a empresa em comunicado.

A companhia disse que a abertura do mercado norte-americano para as carnes brasileiras irá facilitar a relação comercial e aumentar o portfólio de suas operações na América do Norte.

Fonte: Carnetec

Veja também

Exportações de carne para a China crescem 72%20/10 Com base em dados da alfândega da China, a agência Reuters divulgou um balanço das exportações feitas até o mês o setembro. O acumulado mostra um aumento de 72% dos embarques em relação ao acumulado dos nove primeiros meses de 2019. Ao todo foram 7,41 milhões de toneladas de carnes embarcadas ao país asiático. Na análise do......
Exportações de carne bovina sobem 21% em maio09/06 As exportações brasileiras de carne bovina subiram 21% em maio, na comparação com o mesmo mês do ano passado, chegando a 183 mil toneladas, segundo informações compiladas pela Associação Brasileira......

Voltar para Notícias (pt)