EXPOMEAT
de 15 a 17 de Março de 2022

Em breve divulgaremos a nova data que está sendo negociada junto ao Pavilhão de Exposições Anhembi

Notícias

Postado em 04 de Abril de 2018 às 13h35

NovaProm, da JBS, vai exportar ingrediente funcional bovino para EUA

EXPOMEAT 2022 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal A NovaProm, empresa produtora de colágeno bovino da JBS S.A., irá exportar um novo ingrediente funcional à base de carne e...

A NovaProm, empresa produtora de colágeno bovino da JBS S.A., irá exportar um novo ingrediente funcional à base de carne e derme bovina para os Estados Unidos, após investir R$ 9 milhões no desenvolvimento do produto, informou a empresa na terça-feira (03).

O NDBS (Natural Dehydrated Beef Stock) foi desenvolvido exclusivamente para o mercado norte-americano. A NovaProm espera exportar até 50 toneladas desse ingrediente aos EUA neste ano e 2 mil toneladas nos próximos dois anos, o que deverá elevar o faturamento da companhia em 20%.

Em menos de três anos, a empresa espera obter o retorno do investimento realizado para produzir o ingrediente, segundo diretor da NovaProm, Walter Lene.

O NDBS é geralmente aplicado em produtos industrializados, como carne desidratada e embutidos, mas pode também ser usado em alimentos naturais, com o objetivo de elevar o valor nutritivo, sabor, suculência, maciez e o valor agregado do produto final.

“Há uma exigência do consumidor, principalmente norte-americano, quanto ao menor uso de aditivos nos alimentos. O NDBS atende a essa necessidade, o que o torna muito estratégico para o nosso negócio”, disse Lene, em comunicado enviado à imprensa.

O NDBS será fabricado na unidade da NovaProm Guaiçara, São Paulo.

A NovaProm – Collagen & Food Ingredients foi fundada em 2002 e é parte da JBS Novos Negócios. A empresa tem capacidade de produção anual de 5 mil toneladas de colágeno e 4 mil toneladas de ingredientes funcionais para produtos industrializados, e atualmente exporta para clientes em cerca de 20 países.

Fonte: Carnetec

Veja também

Exportações de carne suína registram receita recorde histórico em junho14/07 As exportações brasileiras de carne suína (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) alcançaram 108,8 mil toneladas em junho, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O número supera em 13,2% o resultado alcançado no mesmo período de 2020, quando foram exportadas 96,1 mil toneladas. Com o segundo melhor......

Voltar para Notícias (pt)