21 A 23
DE SETEMBRO DE 2021

Das 14h às 20h

Pavilhão de Exposições Anhembi - São Paulo/SP

Notícias

Postado em 28 de Setembro de 2020 às 14h34

Suínos: mercado registra leves altas para o animal vivo

Notícias do Setor (356)
EXPOMEAT 2021 - lll Feira Internacional da Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal Os preços do suíno vivo voltaram a ter leves valorizações para o animal vivo. De acordo com análise do...

Os preços do suíno vivo voltaram a ter leves valorizações para o animal vivo. De acordo com análise do Cepea/Esalq, a forte valorização do animal vivo no mercado independente se deve à oferta reduzida de animais para abate e às aquecidas exportações da proteína nos últimos meses.

Em São Paulo, segundo a Scot Consultoria, a arroba do suíno CIF ficou estável em R$ 148/R$ 150, assim como a carcaça especial, cotada em R$ 10,90/R$ 11,40 o quilo.

Conforme informações do Cepea/Esalq, referentes à sexta-feira (25), o preço do quilo do suíno cico ficou estável em Minas Gerais, cotado em R$ 8,19/kg, e em santa Catarina, com valor de R$ 7,61/kg.

Houve leve aumento no preço do suíno vivo no Paraná, de 0,26%, atingindo R$ 7,61/kg, alta de 0,14% no Rio Grande do Sul, chegando a R$ 7,11/kg, e de 0,13% em são Paulo, fechando em R$ 7,98/kg.

Fonte: Notícias Agrícolas
 

Veja também

SC completa cinco anos do reconhecimento internacional como zona livre de peste suína clássica01/06/20 Maior produtor nacional de suínos, Santa Catarina comemora cinco anos como zona livre de peste suína clássica. Em 28 de maio de 2015, catarinenses e gaúchos receberam a certificação da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como a primeira zona brasileira livre da doença. "Em Santa Catarina o trabalho conduzido pela Secretaria da......

Voltar para Notícias (pt)